Demóstenes Torres atuou contra as cotas raciais

Demóstenes Torres atuou contra as cotas raciais

Anna Carolina Papp

26 Abril 2012 | 11h57

Uma das mais veementes vozes contra as cotas raciais está calada. O senador Demóstenes Torres (sem partido-GO), junto com o seu antigo partido, DEM, foram os que moveram umas das ações contra as cotas raciais nas universidades públicas no momento julgadas pelo STF.

O senador, acusado de envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, está na berlinda esperando a análise de sua defesa entregue ontem ao Conselho de Ética do Senado.

O principal argumento de Demóstenes Torres contra as cotas raciais é de que elas poderiam dividir o país. “Essa coisa de raça foi defendida por Adolf Hitler no passado”, afirmou o senador em 2009.

Demóstenes Torres foi relator do Estatuto da Igualdade Racial, aprovado em 2010 pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado (CCJ).

Como relator, Torres conseguiu tirar do texto final do Estatuto, por exemplo, a reserva de cotas nas Universidades e cursos técnicos federais, nos partidos políticos e no serviço público, a criação de uma política específica de saúde pública e de incentivo fiscais aos negros.

 

O Estado de S. Paulo – 19/03/2009

O Estado de S. Paulo – 16/6/2010

O Estado de S. Paulo – 17/6/2010

Texto e Pesquisa: Carlos Eduardo Entini
Siga o Arquivo Estadão: twitter@estadaoarquivo | facebook/arquivoestadao | Instagram