Em 1968, realizado o primeiro transplante cardíaco no Brasil

Em 1968, realizado o primeiro transplante cardíaco no Brasil

rosesaconi

26 Maio 2011 | 09h00

No dia 26 de maio de 1968 a equipe do Hospital das Clínicas, chefiada pelo dr. Euryclides Zerbini,  realizou o primeiro transplante de coração no Brasil, o primeiro da América Latina e sexto do mundo.

O paciente do transplante, o boiadeiro João Ferreira da Cunha, era portador de uma degeneração do tecido cardíaco e estava com seus dias contados. O doador, Luís Ferreira Barros, havia sofrido um acidente e tivera sua morte cerebral declarada na noite do dia 25. João Boiadeiro morreria 28 dias depois da cirurgia por um problema de rejeição de seu organismo ao órgão transplantado.

Durante 18 anos, e após três tentativas em 1968, os transplantes cardíacos ficaram suspensos até que surgisse a ciclosporina, uma droga contra a rejeição. Somente em 1984, esse tipo de cirurgia voltou a ser realizada no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

3/12/1967 – O primeiro transplante cardíaco no mundo

O comerciante judeu Louis Washkansky, então com 55 anos, trocou de coração com a jovem Denis Darvall, 25 anos, que tinha morrido num acidente de carro.

Tratamento de Imagens: José Brito

Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao