Nova estação rádio-telegráfica era inaugurada em Santos

Nova estação rádio-telegráfica era inaugurada em Santos

Lizbeth Batista

14 Julho 2011 | 08h49

 Sexta-feira, 14 de julho de 1911

A inaugurada da estação rádio-telegráfica de Monte Serrat, em Santos, era destaque na edição de 14 de julho de 1911.

 

Além de publicar suas fotos, a matéria descrevia com minúcia a estrutura e funcionamento da nova estação.

A rede elétrica responsável pela eletricidade utilizada nos bondes da cidade era responsável por prover energia à estação, onde um “transmissor acha-se afinado a ondas de 600 a 800 metros, e a estação pode communicar-se de dia a 300 milhas e à noite a 600 (na média).” Lá também havia “um phone, para as grandes distancias, e um apparelho Morse, para as pequenas. Para a regulagem das ondas dispomos de vários condensadores (conforme a metragem), os quaes permittem a sytonisação immediata a qualquer onda.”

A nota concluía informando sobre o bom desempenho  das comunicações efetuadas “desde os últimos dias do mez passado, quando se terminou a medição da onda, têm sido feitas, com êxito, experiencias com diversos vapores, tendo attingido, na média, as communicações, a 120 milhas ao norete e a 300 ao sul, durante o dia.”

A ampliação do raio de alcance das ondas rádio- telegráficas da nova estação significaram maior velocidade nas comunicações portuárias e também mais rapidez na difusão de informações por todo o Estado de São Paulo.

Pesquisa  e texto: Lizbeth Batista

Veja  mais posts sobre os progressos das Comunicações no Brasil, em 1911.

Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao