O dia em que o céu não foi só da Torre

O dia em que o céu não foi só da Torre

Lizbeth Batista

16 Março 2011 | 14h04

Mario Cobianchi, precursor da aviação italiana, era destaque da edição de 16 de março de 1911.

O Estado trazia  a foto do vôo, realizado  em 22 de janeiro de 1911. Na imagem vemos Mário circundando a torre de Pisa com seu biplano, enquanto espectadores vidrados torciam por ele nas galerias da torre.

O sucesso do vôo  chamou a atenção internacional e foi capa de uma importante publicação sobre aviação,  a

Documento

.


Herói da aviação italiana – em 2003 teve seu rosto estampado em selos postais comemorativos–  Mário sempre esteve envolvido em projetos ligados à aviação, tanto na Itália, como nos Estados Unidos. Lá se tornou amigo dos irmão Wrigth.

Faleceu em 1944, não sem antes ver publicado seu livro “Pionieri Dell’Aviazione Italiana” (1943).  A obra, que não está à venda e pode apenas ser encontrada em algumas bibliotecas italianas, traça um retrato detalhado sobre os primórdios da aviação no país.

O Estado acompanhou atentamente a conquista dos céus, durante todo o início do século XX. Informou aos seus leitores cada progresso da aviação, lamentou a perda de vidas no processo,  sem  deixar de enaltecer  os grandes feitos  de  pilotos pioneiros.

Pesquisa e Texto: Lizbeth Batista
Siga o Arquivo Estadão: Twitter@arquivo_estadao e Facebook/arquivoestadao