Assaltantes de bike agem na Praça da República
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Assaltantes de bike agem na Praça da República

Polícia Militar informa que colocou efetivo para fazer o patrulhamento ostensivo e preventivo usando bicicletas

Renata Okumura

19 Fevereiro 2018 | 11h53

SÃO PAULO – Quem frequenta a Praça da República, na região central da cidade, reclama que ultimamente aumentou o número de assaltos provocados pelas ‘gangues de bike’.

Edson Olímpio flagrou um dos assaltos. Na gravação feita por ele, é possível ver os jovens de bicicleta passarem em frente à Praça da República, no sentido da Consolação. De repente, eles retornam pelo mesmo caminho, em velocidade maior, arriscando-se entre os carros. Em seguida, duas mulheres aparecem correndo. Uma delas chamou a viatura da Polícia Militar que segue em busca dos assaltantes de bike.

Assaltantes de bike inibem moradores e comerciantes na Praça da República Foto: Renata Okumura

Edson Olímpio passa pela região quatro vezes por semana. “Flagrei a ação de menores que circulam de bicicleta na praça. Eles ficam rodando de bike de um lado para o outro observando as pessoas distraídas para roubarem o celular”, revelou o morador.

Confira o vídeo. 

Comerciantes da região também estão assustados com o número de assaltantes de bike. “Algumas pessoas costumam andar pela praça com o celular na mão. Já vi casos de um ladrão de bike bater o guidão no braço de uma pessoa para tentar pegar o celular. Em uma das vezes, só não conseguiu levar o aparelho porque o celular caiu no chão. As pessoas ficam assustadas, mas já fica o alerta para não andar com celular na mão por aqui”, alertou a vendedora Paula Ferreira.

Idosos costuma aconselhar pessoas que ficam com celular na mão. “Cuidado, aqui tem muitos assaltantes de bicicleta”, disse uma idosa.

Praça da República Foto: Renata Okumura

 

A Polícia Civil informa que em 2017 realizou 902 prisões em flagrante e recuperou 2.059 celulares durante as operações que são realizadas constantemente na região da Praça da República.

A Polícia Militar está atenta aos tipos de roubos citados pelo leitor Edson Olímpio de Oliveira e, por conta disso, também colocou efetivo para fazer o patrulhamento ostensivo e preventivo usando bicicletas.

Além disso, a área conta com policiais da Rocam, que utilizam motocicletas no patrulhamento, com policiamento comunitário, além da atividade delegada que permite aumento do efetivo, reforçando a segurança na região.

Na Praça da República, de novembro de 2017 até janeiro deste ano, os policiais conseguiram prender sete pessoas em flagrante. Vale informar também que as atuações de ambas as polícias possibilitaram na redução de 9% dos casos de roubos na área do 3º DP.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.