Buracos em avenidas então entre as principais queixas de moradores
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Buracos em avenidas então entre as principais queixas de moradores

População reclama que rachaduras, buracos e ondulações podem provocar acidentes e danificar veículos

Renata Okumura

27 Julho 2017 | 20h09

SÃO PAULO – Asfalto com buracos, rachaduras e ondulações. É desta forma, que os paulistanos descrevem a situação de muitas vias da cidade. Somente no primeiro semestre de 2017, a Prefeitura de São Paulo recebeu mais de 78 mil reclamações sobre buracos pelo canal de denúncias 156.

Região do Pacaembu (Foto: Renata Okumura)

O morador Paulo Delleva relata os riscos provocados pelos buracos na Rua Gustavo Teixeira com a Avenida Arnolfo Azevedo, no Pacaembu, na zona oeste da cidade. “Quando um carro desce a via dá para desviar, mas quando vem outro em sentido contrário, este cai no buraco”, reforçou ele.

Buraco na Rua Gustavo Teixeira com a Avenida Arnolfo Azevedo, no Pacaembu (Foto: Morador Paulo Delleva)

A Prefeitura Regional Lapa ressalta que uma equipe irá vistoriar o buraco nos próximos dias para avaliar a situação apontada e definir cronograma de execução.

Na Rua Capivari, também no Pacaembu, há um buraco que vai completar um ano de existência. “O buraco é fundo, embora o diâmetro não seja tão grande. Já está completando um ano, pois tive a roda empenada quando cai pela segunda vez, sendo que agora estou condicionado a não cair mais. Tenho visto outros desavisados na minha frente caírem”, relatou Delleva.

A Prefeitura Regional Sé esclarece que não existem registros de reclamações para o local citado. Ressalta que uma equipe irá vistoriar o buraco até esta sexta-feira, 28, para avaliar a situação apontada.

Na zona leste, moradores reclamam que as ruas esburacadas dificultam a passagem de carros, de motos e até de bicicletas. “A rua inteira, aproximadamente com um quilômetro de extensão, possui buracos enormes. Além de empresas, existem prédios e casas, ou seja, muita movimentação de carros. A cada dia que passa está pior o asfalto, em dias de chuva fica ainda pior e perigoso”, disse a moradora Roberta Barrocal.

A Prefeitura Regional Vila Prudente informa que o serviço de tapa-buracos no local citado foi executado. “Uma nova avaliação será realizada na próxima semana para definir responsabilidades e previsão de cronograma de execução dos trabalhos”, prometeu em nota.

Moradores reclamam de buracos na Rua Augusta, nas proximidades da Rua Estados Unidos (Foto: Renata Okumura)

A reportagem da Blitz Estadão também esteve na Rua Augusta, nas proximidades da Rua Estados Unidos, nos Jardins, e conferiu muitos buracos e queixas com relação a bueiros nas Ruas Augusta e Oscar Freire. “Bueiros vivem entupidos principalmente na Rua Augusta e também há muitos buracos e placas soltas. Eu moro perto da Rua Oscar Freire e observo esgoto ao ar livre em plena Avenida Augusta”, lamentou o morador Sorin Premisleaner.

A Prefeitura Regional Sé acrescenta que irá acionar a Sabesp sobre a água com mau cheiro na Rua Augusta para tomar as devidas providências. Em relação aos bueiros entupidos na Rua Oscar Freire, a Prefeitura Regional Pinheiros informa que o local será vistoriado nesta semana.

A Sabesp informa que o reparo necessário na Rua Augusta, altura do número 2.900, começará no sábado, 29. Por se tratar de via de tráfego intenso, os serviços só podem ser executados à noite ou durante o final de semana. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos em até 15 dias.

Aporte emergencial. Com R$ 10 milhões, a Prefeitura pretende ampliar a atual produção mensal de massa asfáltica de 12 mil toneladas para 20 mil toneladas.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.