Entulho e matagal incomodam moradores da zona norte de SP
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Entulho e matagal incomodam moradores da zona norte de SP

Praça João de Oliveira foi tomada por matagal; pedestres não conseguem caminhar pelas calçadas

Renata Okumura

03 Maio 2017 | 17h34

SÃO PAULO – Moradores do bairro Vila Maria Alta, na zona norte da capital paulista, reclamam de mato alto e entulho nas vias da região. A ‘Blitz Estadão’ constatou, nesta quarta-feira, 3, que na Rua Natal Martinetto, nas proximidades da Avenida Conceição, o matagal já está com mais de um metrô de altura em alguns pontos. Também havia árvores caídas, folhas secas, telhas quebradas e restos de móveis.

Entulho acumulado na Rua Natal Martinetto (Foto: Renata Okumura)

Morador da região há 50 anos, Wilson Aparecido da Silva gosta de praticar atividade física ao ar livre, porém, reclama da ausência de limpeza. “Há mais de um ano, o mato está acima da cintura. Ninguém vem limpar. Está cheio de entulho aqui.”

Morador da região há 50 anos, Wilson Aparecido da Silva reclama da ausência de limpeza (Foto: Renata Okumura)

A falta de manutenção também prejudica o trajeto de quem precisa atravessar ruas e avenidas dos arredores. “Muitos pedestres são obrigados a andar pelas ruas e é ruim porque é uma área muito movimentada de carros”, destaca Silva.

Na Praça João de Oliveira, moradores relatam que o mato alto é local propício para o acúmulo de lixo e atrai ratos. “O mato alto, lixo e entulho tomam conta dessas vias com a proliferação de insetos e com riscos à saúde da população”, relata o morador Idérito Miguel. Ele cita que o cenário também é agravante nos canteiros centrais das avenidas Conceição e Professor Castro Júnior.

Moradores se queixam de mato alto na Praça João de Oliveira (Foto: Renta Okumura)

A Prefeitura Regional Vila Maria/Vila Guilherme informa que a área passou por trabalho de conservação no mês de fevereiro. “De todo modo, uma equipe fará uma nova avaliação para definir as condições apresentadas e, se necessário, incluir na programação de serviços. Neste momento, um grupo de trabalho realiza intervenções na Avenida Manoel Antônio Gonçalves, com previsão de chegar nas imediações da Praça João de Oliveira nas próximas semanas. A regional ressalta que a periodicidade é de 60 dias para este tipo de serviço”, reforça a nota.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o e-mail blitzestadao@estadao.com.

Mais conteúdo sobre:

Zona NorteVila Maria Altamato