Moradores criticam a falta de manutenção em semáforos
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores criticam a falta de manutenção em semáforos

Em alguns cruzamentos da cidade, a sinalização está com defeito há quase dois meses; CET bloqueou alguns acessos com cavaletes para evitar acidentes

Renata Okumura

14 Julho 2017 | 19h08

SÃO PAULO – Motoristas e também pedestres relatam que semáforos quebrados provocam acidentes. A reportagem da Blitz Estadão voltou a alguns pontos onde a sinalização não funciona há quase dois meses.

Na Avenida Deputado Dr. José Aristodemos Pinotti com a Rua Cravari, no Parque Residencial D’Abril, na zona leste, moradores têm dificuldade para atravessar a via. “Os carros passam em alta velocidade e não respeitam quem quer atravessar. Já teve até capotamento, por causa dos semáforos que estão quebrados há dois meses”, reclamou Simone Ferreira.


Semáforos apagados na Avenida Deputado Dr. José A. Pinotti (Foto: Renata Okumura)

Em alguns cruzamentos a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) colocou alguns cavaletes para bloquear o acesso em algumas avenidas. Desta forma, os motoristas precisam desviar e procurar alternativas para seguir o caminho. Em outro ponto da cidade, na Alameda Barros com a Rua São Vicente de Paula, na zona oeste, o semáforo está quebrado há mais de um mês. “Já solicitei na semana passada para a CET e até agora nada. É um local de trânsito intenso, com duas escolas, muitas pessoas idosas e com mobilidade dificultada utilizam a faixa de pedestres. Todos os dias eu me arrisco para atravessar com a minha filha rumo à escola. Espero que algo seja feito, antes que alguém se acidente no local”, pediu a moradora Tânia Gorodniuk.

Semáforo quebrado na Avenida Inajar de Souza, na altura do número 1.200, Vila Palmeiras (Foto: Ricardo Ferreira – motorista da Blitz Estadão)

Em alguns locais, agentes da CET auxiliam pedestres e motoristas, porém, em outros pontos, como na Avenida Inajar de Souza, na altura do número 1.200, na Vila Palmeiras, as pessoas se arriscam entre os carros na tentativa de cruzar a via.

A CET informa que está trabalhando para restabelecer os problemas nos semáforos do cruzamento da Avenida Deputado Dr. José Aristodemos Pinotti com a Rua Cravari, no Parque Residencial D’Abril, provocados pelos constantes atos de vandalismo e furto de cabos.

Na quinta-feira, 6, a Companhia realizou o pregão eletrônico com as empresas interessadas em participar da licitação para manutenção geral dos 6.399 cruzamentos semaforizados existentes na capital. A concorrência contou com a participação de 11 empresas, sendo que as três melhores propostas foram as vencedoras.

Neste momento, a CET está analisando toda documentação exigida das empresas para validação das propostas. Após esta etapa, ainda serão necessários mais cinco dias para eventuais recursos.

“A estimativa é que a homologação dos contratos com as empresas responsáveis pela manutenção do parque semafórico da cidade aconteça no prazo de 15 dias. Hoje, o trabalho de manutenção dos semáforos é realizado por 16 equipes próprias da CET, com funcionários que trabalham 24 horas por dia em três turnos para promover o restabelecimento das falhas no tempo mais breve possível. Com a licitação, essas equipes serão ampliadas e as empresas vencedoras terão até duas horas para chegar ao local da falha. O tempo do conserto do semáforo vai depender do problema detectado”, prometeu em nota.

Com relação ao cruzamento da Alameda Barros com a Rua São Vicente de Paula, na região central da cidade, a CET também esclarece que o local vem sendo alvo recorrente de furtos de cabos semafóricos e atos de vandalismo.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Mais conteúdo sobre:

SemáforosQuebradosCET