Moradores da Vila Mariana cobram limpeza em terreno da Eletropaulo
As informações e opinões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Moradores da Vila Mariana cobram limpeza em terreno da Eletropaulo

População informa que a última manutenção ocorreu em julho do ano passado e o mato já está invadindo residências dos arredores

Renata Okumura

18 Maio 2017 | 16h46

SÃO PAULO – Moradores da Rua Embuaçu, Rua Borebi e Praça Guté, na zona sul da cidade, não aguentam mais a falta de limpeza em um terreno da Eletropaulo, localizado na região. Eles relatam que antigamente havia torres de transmissão, mas hoje o mato alto e a sujeira tomam conta do espaço.

Mato alto em terreno preocupa moradores da Vila Mariana (Foto: Ricardo Ferreira – motorista da Blitz Estadão)

Moradora do bairro há 2 anos, que preferiu não se identificar, diz que já viu até ratos saindo do terreno. “É preciso ter uma manutenção constante, não adianta vir um dia e depois ficar anos sem retornar. Eu liguei para cobrar a limpeza. Mas a empresa não veio no dia combinado e decidiu prorrogar a visita. E é importante ressaltar que este terreno é comprido, ele vem desde a Praça Guté até a Avenida Doutor Ricardo Jafet, porém, algumas ruas dividem o terreno em diversas partes”, relatou.

O ambiente também se tornou abrigo para usuários de drogas. “O mato é muito alto e vira esconderijo para quem usa drogas”, destacou a moradora.

Mato invadiu a calçada e atrapalha passagem de pedestres (Foto: Renata Okumura)

Outra moradora, que também preferiu não se identificar, disse que já viu mosquitos diferentes. “Eu tenho um bebê de um ano e me preocupo com a transmissão de doenças. Existe o risco de doenças, por causa dos ratos e insetos. E a água parada, quando chove, pode provocar dengue”, explicou.

A AES Eletropaulo esclarece que a limpeza do terreno está prevista para o dia 23 de maio, ‘salvo imprevistos’.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Mais conteúdo sobre:

VILA MARIANAMATO ALTOSUJEIRA
0 Comentários