Motoristas e pedestres ainda reclamam de semáforos quebrados
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Motoristas e pedestres ainda reclamam de semáforos quebrados

Em alguns cruzamentos, a ausência de sinalização provocou acidentes graves

Renata Okumura

31 Julho 2017 | 20h17

SÃO PAULO – A sinalização na Avenida Inajar de Souza, na altura do número 1.200, em frente a Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Palmeiras, na zona norte, continua apagada. “Depois de meses, o semáforo voltou a funcionar por apenas um dia. Já está quebrado de novo”, disse o motorista Ricardo Ferreira.

Avenida Inajar de Souza com semáforos ainda queimados (Foto: Ricardo Ferreira – motorista da Blitz Estadão)


Na região central, agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) monitoram o trânsito na Avenida Abraão Ribeiro, em frente ao Fórum Criminalista, em razão do semáforo quebrado há mais de dois meses. Cones também bloqueiam alguns trechos onde não está funcionando a sinalização.

Somente na zona leste, na Avenida Deputado Doutor José Aristodemos Pinotti no cruzamento com a Rua Cravari, os semáforos voltaram a funcionar normalmente. “Desde  semana passada, a sinalização voltou ao normal. É ruim quando os semáforos estão quebrados. No mês passado, teve até um capotamento de carro”, lembrou a estudante Simone Ferreira que mora na região.

Semáforo da Avenida Deputado Doutor José Aristodemos Pinotti funcionando normalmente, após dois meses quebrado (Foto: Renata Okumura)

A CET informa que irá concluir nos próximos dias a análise da documentação das empresas para a homologação dos contratos. Após esse prazo, as empresas serão chamadas para assinatura dos contratos e início dos trabalhos.

Entre os dias 24 e 28 de julho, a Companhia atendeu 379 chamados, por problemas diversos como atos de vandalismo, furto de cabos, semáforos em amarelo piscante, falhas em controladores, entre outros. “Esse número total foi obtido graças ao apoio do mutirão que foi responsável, nesse período, por 131 consertos de semáforos apagados devido à furtos ou vandalismo”, destacou a nota.

Entre as vias contempladas pelo serviço de manutenção estão as Avenidas Rudge, Rio Branco, Marechal Tito, Vereador João de Luca, Jornalista Roberto Marinho, Inajar de Sousa, Atlântica, Itaquera e Santo Amaro.

Relembre. Na quinta-feira, 6, a Companhia realizou o pregão eletrônico com as empresas interessadas em participar da licitação para manutenção geral dos 6.399 cruzamentos semaforizados existentes na capital. A concorrência contou com a participação de 11 empresas, sendo que as três melhores propostas foram as vencedoras.

Com relação aos semáforos quebrados constantemente, a CET informa que muitos vem sendo alvo recorrente de furtos de cabos e atos de vandalismo.

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.

Mais conteúdo sobre:

SemáforosQuebradosAcidentes