Ruas esburacadas e entulho em calçada tiram tranquilidade de moradores da zona norte de SP
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Ruas esburacadas e entulho em calçada tiram tranquilidade de moradores da zona norte de SP

Prefeitura Regional Freguesia/ Brasilândia promete fiscalizar a região citada pela reportagem

Renata Okumura

16 Março 2018 | 15h27

SÃO PAULO – Na Rua Laudelino Antônio de Brito, na altura do número 42, no Jardim dos Francos, na zona norte de SP, é possível observar pelo menos seis buracos em um trecho de 100 metros. Como a via é estreita, motoristas não conseguem desviar das ‘crateras’ formadas no asfalto.

“Moradores colocaram cimento em alguns buracos para diminuir o impacto deles, mas abrem novamente. Faz tempo que a rua não recebe conserto. É preciso consertar em razão do risco de acidentes com carros e queda de crianças e idosos. Numa faixa de 100 metros há meia dúzia de buracos. Na esquina com a Rua Aristeu Valente, também há muitos buracos na rua”, observa Adriano Xavier.

Moradores reclamam de entulho na zona norte de SP Foto: Morador Adriano Xavier

Ainda na Rua Laudelino Antônio de Brito com a Rua Aristeu Valente há muito entulho e restos de madeiras. Moradores temem a proliferação de doenças e risco de queda de barranco que fica no mesmo local. “Um terreno abandonado com terra e árvores. Também tem muito lixo”, Cristiana Helena.

“Já flagrei pessoas com carrinho de mão jogando lixo no local”, reforçou Xavier.

A Prefeitura Regional Freguesia/Brasilândia realizará, conforme programação, os serviços nos endereços citados pela reportagem.

+++ LEIA TAMBÉM: Moradores criam abaixo-assinado para pedir segurança no Ipiranga

Diante da onda de violência que assusta moradores do Ipiranga, na região sul, a população do bairro decidiu criar um abaixo-assinado para pedir providências urgentes para coibir o número de assaltos, principalmente nas ruas do Manifesto, Cipriano Barata, Agostinho Gomes e Paulo Bregaro.

População do Ipiranga criou abaixo-assinado Foto: Renata Okumura

Quer compartilhar alguma reclamação em seu bairro? Mande seu relato por WhatsApp (11) 9-7069-8639 ou para o email blitzestadao@estadao.com.