Governador da Bahia comemora sucesso do carnaval de Salvador

Estadão

05 Março 2011 | 22h11

Tiago Décimo, O Estado de S.Paulo

Em sua segunda noite no carnaval de Salvador, o governador da Bahia, Jaques Wagner, comemorou os resultados da festa até agora. Ele visitou o camarote Expresso 2222, do cantor e compositor Gilberto Gil, acompanhado pelo ministro da Saúde Alexandre Padilha.

O governador elogiou a atuação da polícia durante a festa. “Até agora, são 25% a menos nos índices de violência, na comparação com o ano passado, o que é significativo”, afirma. “Esse é fruto de um trabalho que consome um ano de preparação, consumiu R$ 24 milhões e envolve 21 mil pessoas.” Wagner também contou que na segunda e na terça vai aproveitar para descansar.


Ele também aproveitou o sucesso da festa para reivindicar, mais uma vez, que a cidade seja a sede da cerimônia de abertura da Copa do Mundo de 2014. “A Copa não vai ter, nem de longe, o número de pessoas e de turistas que tem aqui neste momento”, alegou Wagner. “Estamos preparados para receber entre 450 e 500 mil turistas. Na abertura da Copa devem vir 100 mil. E acho que as coisas têm de ser equilibradas. Não há razão para todos os eventos ficarem restritos ao Sudeste.”

Outro motivo dado por Wagner para acreditar que Salvador seria uma boa alternativa para o evento é o fato de a última Copa ter sido realizada na África. “Não há nada mais africano no País que a Bahia, sem falar que Salvador foi a primeira capital do Brasil”, argumentou. “Não estou dizendo que Salvador é melhor ou pior que nenhuma outra cidade, mas acho que a gente merece.”