A generosidade do ciclo

A generosidade do ciclo

Paulo Rosenbaum

31 Dezembro 2017 | 09h02

Desenho digital

Na tradição do ciclo

Existe uma roda

Que dispara o giro,

Desaloja o passado

Dissipa o nicho

Que impõe repetição

Movimento e ação

Aciones a mudança

O presente já é duração

O dia, reorientação

Que encurta a distancia

De nossos encontros

Encarna a vida

Que nos visita

Generosa e assídua

Até que o ritmo

Desfaça sombras e mitos

Na sincronia, agora

Para dispor o novo

Do infinito, que vigora.

Seja qual for tua tradição

religião ou modo de estar

nacionalidade ou ideologia

No meio da cidade, campo ou mar

Que o disco mude o verso

para tocar, em sonho ou vigília

À saúde do Universo

Feliz dois mil e dezoito