Nike retira assinatura do site da CBF

Edmundo Leite

21 Julho 1999 | 20h58

futebol brasil – índice de notícias – Agência Estado – 21/jul/99 – 20h58

Nike retira assinatura de site da CBF

São Paulo – O site da Confederação Brasileira de Futebol na internet deixou de ser assinado pela Nike. A multinacional de material esportivo que patrocina a seleção brasileira retirou das páginas hospedadas nos endereços www.cbf.com.br e www.futebolbrasil.com todas as referências de que a empresa era a responsável pelo site, assim como Copyright com o nome da Nike.

Também o texto de rodapé que proibia a utilização de qualquer parte ou conteúdo do site, sem autorização prévia e escrita da Nike, foi trocado por outro, sem menção ao nome da empresa de material esportivo. O link para a seção Termos do Uso, que atribuía à Nike todos os direitos sobre o site, com texto em inglês, deixou de existir. O original, no entanto, ainda pode ser lido no endereço http://www.cbf.com.br/terms.sps?languageid=22.

A Nike, através do diretor de comunicação da empresa no Brasil, Ingo Ostrovsky, negou o controle sobre o site oficial da CBF. Até maio, o endereço www.cbf.com.br ficava hospedado no IPTEC, um provedor de acesso à internet, localizado no Rio. Atualmente, o site está hospedado no PSI, um grande provedor com sede nos Estados Unidos.

O webmaster da CBF, José Medeiros, afirmou que o conteúdo e a atualização do site é de responsabilidade da entidade, sem interferência da Nike, cujo nome até ontem aparecia como detentora de todos os direitos sobre a página. A direção da CBF não foi localizada para comentar porque o nome do patrocinador, e não o da entidade, aparecia como detentor dos direitos sobre o site.

Medeiros também negou que o serviço não traga informação alguma sobre o Campeonato Brasileiro. Para isso, mostrou que é preciso  fazer uma busca com as palavras Campeonato Brasileiro ou ir até a seção de notícias.

Edmundo Leite

(texto originalmente publicado no site da Agência Estado em 21 de julho de 1999. A url original  www.agestado.com.br/noticias/futebol/brasil/htm/11094.htm não está mais acessível)