A pauta
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

A pauta

Redação

25 Outubro 2010 | 15h25

Um jornal vive de notícias. E nunca antes elas foram tantas, dada a velocidade com que se propagam hoje em dia, na era da comunicação. Todos os dias, chegam aos milhares às redações, vindas de toda parte do mundo. Passam pelo crivo dos editores e depois são publicadas. Em outros casos, surgem da observação do repórter, de uma denúncia, de uma informação, transformando-se adiante em matérias.

Mas nem sempre o processo é assim, espontâneo. Nem sempre a notícia salta à vista ou cai em nosso colo. Muitas vezes, é preciso ir atrás dela. É o acontece nas atividades do curso: surge primeiro o tema (o centro de São Paulo, uma visita ao Parque do Ibirapuera, uma sabatina com José Serra), e cabe a cada foca encontrar nele algo relevante. Descobrir uma pauta.

Esse desafio é, na maioria das vezes, inquietante, mas é também um ótimo exercício. Nesse processo, aprende-se que a pauta não é fruto apenas da inspiração, ou de se estar no lugar certo na hora certa. Alguns recursos também podem ajudar a chegar até ela. Afinal, existem prazos a cumprir.

Além de um bom repertório cultural, de experiência e de olhos e ouvidos atentos, a construção de uma boa pauta, a meu ver, passa por estar o mais informado possível sobre determinado assunto. Fazer entrevistas de fundo, apenas para se preparar, pode ser uma alternativa. Assim, é menor a chance de deixar a notícia passar quando ela aparecer.

Felipe Tau, de 23 anos, é formado em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero

Mais conteúdo sobre:

Felipe Tau