‘Estadão Notícias’: Governo joga toalha na Previdência e busca emplacar ‘plano B’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

‘Estadão Notícias’: Governo joga toalha na Previdência e busca emplacar ‘plano B’

Emanuel Bomfim

20 Fevereiro 2018 | 06h00

Edição desta terça-feira, 20, avalia os cenários econômicos que se colocam para o governo após o fracasso da tramitação da reforma da Previdência no Congresso Nacional. Com o decreto de intervenção federal na área de segurança pública no Rio de Janeiro, a PEC não poderá ser votada – já que a Constituição impede mudanças em seu texto durante períodos de intervenção federal. É claro que o contexto favoreceu os planos do Palácio do Planalto, que não tinha os 308 votos necessários para passar a Previdência e já preparava o discurso de engavetamento. A guinada na agenda serviu para fortalecer politicamente o presidente Michel Temer, ainda que se mostre arriscada, diante da complexidade de dar respostas eficazes na área da segurança pública em tão curto prazo.

Sobre o assunto, batemos um papo com o economista Raul Velloso, que vinha inclusive apresentando propostas concretas junto a membros do governo para casar a reforma da Previdência com o saneamento das contas públicas nos Estados. Para ele, mesmo que a equipe econômica apresente medidas paliativas, elas estarão longe de solucionar o passivo que geram as aposentadorias e pensões no Brasil atualmente. “Vamos deixar um abacaxi gigante para o próximo presidente descascar sozinho, a partir do momento que entrar. O problema é muito sério, não é brincadeira”, diz.

 

Confira ainda nesta edição uma entrevista com o advogado constitucionalista Luiz Felipe Panelli, para falar sobre as estratégias que restam agora para a defesa de Lula no processo que o condenou a 12 anos e um mês de prisão, no TRF-4. Hoje é o último dia que os advogados do ex-presidente têm para entrar com os embargos declaratórios.

 

Você pode participar com sugestões e comentários em nossa produção de podcasts. Aguardamos o seu e-mail no seguinte endereço: podcast@estadao.com

 

AGORA ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão acabam de ganhar um novo canal de distribuição: o serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

O ‘Estadão Notícias’ é um dos poucos podcasts disponibilizados na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afirmou que governo não tem motivos para se desculpar por não aprovar a reforma, já que fez sua parte (Foto: Dida Sampaio/Estadão)