Marcelo Rubens Paiva: “Impacto de documento da CIA é enorme”; ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Marcelo Rubens Paiva: “Impacto de documento da CIA é enorme”; ouça no ‘Estadão Notícias’

Emanuel Bomfim

17 Maio 2018 | 06h00

Edição desta quinta-feira, 17, apresenta uma entrevista com o escritor Marcelo Rubens Paiva. Ele visitou os nossos estúdios na sede do ‘Estado’ e conversou com o apresentador Haisem Abaki. O assunto principal da conversa foi o documento revelado pela CIA que mostra que o presidente Ernesto Geisel (1907-1996) manteve a política de seu antecessor, Emílio Médici, de executar “subversivos perigosos” durante a ditadura militar no Brasil. Para Rubens Paiva, o impacto desta revelação é “enorme” e certamente vai provocar uma revisão da história. “É um documento que prova que a tortura, o desaparecimento e a execução sumária era uma política de cima para baixo, como sempre se suspeitou. Era uma política oficial de governo, um comando dado de ninguém mais, ninguém menos do que o presidente da República”, diz.

O jornalista e colunista do Estadão ainda fala sobre como foi o processo de investigação da morte de seu pai, o deputado Rubens Paiva. Segundo o Ministério Público e relatório da Comissão Nacional da Verdade, Paiva foi preso e morto nas dependências do Destacamento de Operações de Informações (DOI), no prédio do Batalhão da Polícia do Exército na Tijuca, na zona norte do Rio. O Exército nunca reconheceu a morte do ex-deputado em suas dependências. Marcelo Rubens Paiva conta que o caso está em suspenso atualmente. No bate-papo com Haisem Abaki, o autor também traz mais detalhes sobre a publicação de seu mais recente livro, O Orangotango marxista (editora Alfaguara).

 

Confira ainda nesta edição uma análise sobre a decisão do Copom de manter a taxa básica de juros em 6,5% ao ano. Conversamos sobre o assunto com Sílvio Campos Neto, da Tendências Consultoria.

 

Você pode participar com sugestões e comentários em nossa produção de podcasts. Aguardamos o seu e-mail no seguinte endereço: podcast@estadao.com.

 

AGORA ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão acabam de ganhar um novo canal de distribuição: o serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

O ‘Estadão Notícias’ é um dos poucos podcasts disponibilizados na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

Presidente General Ernesto Geisel com o então secretário de Estado norte-americano, Henry Kissinger, em estádio em Brasília, em fevereiro de 1976. (Foto: Alencar Monteiro)