Marina Silva: “É preciso combinar prisão em segunda instância com o fim do foro”; ouça no ‘Estadão Notícias’
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Marina Silva: “É preciso combinar prisão em segunda instância com o fim do foro”; ouça no ‘Estadão Notícias’

Emanuel Bomfim

16 Abril 2018 | 06h00

Edição desta segunda-feira, 16, apresenta mais uma entrevista com os pré-candidatos à Presidência da República. Nossa convidada da vez é a ex-ministra do Meio-Ambiente, Marina Silva, postulante ao cargo pelo seu próprio partido, a Rede. É a terceira vez que Marina entra na disputa. Na última eleição, em 2014, ela teve 22 milhões de votos e se aliou ao senador Aécio Neves (PSDB-MG) no segundo turno.

Apesar de ter um importante recall, Marina vai precisar enfrentar alguns desafios espinhosos para ter chances de vislumbrar um 2º turno neste ano. Entre eles, o pouco tempo de TV (apenas 10 segundos) para sua campanha e a incerteza sobre a participação nos debates eleitorais, já que a Rede não dispõe de uma bancada mínima (5 parlamentares) para garantir seu ingresso nos programas televisivos. “Eu lido cumprindo a lei. E a lei diz que as emissoras que quiserem convidar, poderão fazê-lo. Se alguém achar que eu não deva participar do debate, e a lei faculta a eles esse direito, que se cumpra a lei. Eu vou debater com a sociedade”, afirma.

 

Enquanto o processo eleitoral não se afunila, a ex-senadora busca se projetar com discurso a favor do fim do foro privilegiado. O STF marcou para o dia 2 de maio a retomada do julgamento sobre o tema. Marina defende que haja a combinação entre o fim do foro com a prisão após a condenação em 2ª instância. “Hoje o que nos temos são dois pesos e duas medidas.”

 

Na entrevista, que contou com a participação da repórter Marianna Holanda, Marina Silva ainda se colocou contra a privatização da Eletrobrás, rejeitou o senso comum de que ela é “sumida” e avaliou como positiva a possibilidade de candidatura do ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa.

 

Você pode participar com sugestões e comentários em nossa produção de podcasts. Aguardamos o seu e-mail no seguinte endereço: podcast@estadao.com.

 

AGORA ESTAMOS DISPONÍVEIS NA DEEZER!

Os podcasts do Estadão acabam de ganhar um novo canal de distribuição: o serviço de streaming Deezer. Para ouvir, basta fazer o login na plataforma. Uma vez logado, é só colocar no campo de busca o nome do programa (“Estadão Notícias”) que você terá acesso imediato a todo nosso histórico de publicações. Você também pode acessar diretamente clicando neste link.

 

OUÇA TAMBÉM NO SPOTIFY!

O ‘Estadão Notícias’ é um dos poucos podcasts disponibilizados na plataforma de streaming Spotify. Para acessá-lo e passar a segui-lo, basta digitar o nome do programa (“Estadão Notícias”) no campo de busca. Ou pode clicar diretamente neste link.

 

(Foto: José Patricio/Estadão)