Mentalistas: Idosos programam games e resgatam memória
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Mentalistas: Idosos programam games e resgatam memória

Camila Tuchlinski

15 Agosto 2017 | 10h03

Você imagina um idoso criando e programando jogos? Há um ano, recebi no Mentalistas, ainda na Rádio Estadão, um grupo de pessoas que decidiu observar 75 idosos no manejo, criação e programação de games. Agora, vamos falar sobre os frutos deste trabalho. A Tecnologia da Informação pode ser uma ferramenta poderosa também para a preservação das funções cognitivas de pessoas com mais de 60 anos.

Para falar sobre esse tema, eu convidei o fundador da Isgames, escola de games, Fábio Ota, a fisioterapeuta Carla Oda, mestre em Psicologia Social pela USP, e Sylvette Laiado, que tem 70 anos de idade, e faz curso de programação de jogos.

Você acompanha, toda terça-feira, uma versão inédita e estendida do programa aqui neste espaço. Curta, comente e compartilhe! Se quiser enviar sugestões, use o e-mail podcast@estadao.com


(foto: Fábio Ota, Camila Tuchlinski, Carla Oda e Sylvette Laiado)