0

Gabriel Pinheiro

08 Março 2016 | 14h53

violencia

Neste 8 de Março, Dia Internacional da Mulher, o Estadão publica em seu perfil no Twitter uma série de denúncias de violência contra a mulher exatamente como elas ocorrem: a cada 7 minutos. Nos dez primeiros meses de 2015, o País registrou 63.090 relatos – o que corresponde a uma denúncia a cada 7 minutos. Os dados são Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), compilados a partir de balanço recebido pelo Ligue 180.

Repercussão. Marcadas com a hashtag #7minutos1denuncia, as 205 denúncias começaram a ser publicadas à meia-noite de terça-feira. Rapidamente, ganharam o apoio de internautas, com milhares de retuítes. Na manhã de hoje, a hashtag chegou a figurar em 4º lugar nos trending topics do Twitter Brasil, o termômetro que mede os assuntos mais falados na rede social.

Denuncie. O número 180 da Central de Atendimento à Mulher recebe denúncias e orienta mulheres vítimas de violência. As denúncias recebidas são encaminhadas aos sistemas de Segurança Pública e Ministério Público de cada um dos Estados e do Distrito Federal. Após o recebimento da denúncia, a central dá início à apuração. As ligações são gratuitas e o serviço funciona 24 horas.

Também é possível denunciar por meio do aplicativo Clique 180. A ferramenta, desenvolvida pela ONU Mulheres, em parceria com a SPM e apoio da Embaixada Britânica, atende mulheres em situação de violência e pessoas que não compactuam e querem ajudar denunciando as agressões.

Comentários