Maconha não causa danos ao pulmão, aponta estudo

Maconha não causa danos ao pulmão, aponta estudo

Gabriel Pinheiro

12 Janeiro 2012 | 19h07

O uso regular de maconha não causa impacto nas funções pulmonares. E quem fez uso da erva demonstrou alguma vantagem em comparação a não-fumantes durante um teste respiratório. É o que afirma um estudo conduzido pela Universidade do Alabama, em Birmingham, informa o jornal The New York Times.

O estudo foi extenso: os pesquisadores analisaram mais de 5 mil pessoas por duas décadas e descobriram que o fumo regular não teve impacto em um teste de saúde pulmonar. O jornal ainda cita Donald Tashkin, um pneumologista da Universidade da Califórnia que estudou os efeitos da erva por quase 30 anos e não esteve envolvido na pesquisa. Segundo ele, não há “conexão significativa” entre a maconha e danos ao pulmão.

O THC, uma das substâncias presentes na erva, também é citada pelo pneumologista por suas propriedades “anti-inflamatórias”, o que, de acordo com ele, torna o uso regular menos danoso para o órgão que o consumo de tabaco.

Mais conteúdo sobre:

maconha