Atleta revela depressão na TV

Claudia Belfort

04 Novembro 2009 | 11h44

Na Nova Zelândia a depressão já é tratada como uma questão de saúde pública há pelo menos três anos. Nesta madrugada, o leitor Rui Mendel deixou um post (está quase no final da lista)  em Sinapses relatando a experiência daquele país nos cuidados primários aos portadores de transtornos psiquiátricos. Fui atrás da informação e vi que  o governo neozelandês fez uma campanha na TV para incentivar as pessoas com sintomas de depressão a procurarem ajuda.

Os vídeos são protagonizados por John Kirwan, ex-jogador de rugby, tão popular por lá quanto nossas estrelas de futebol. Kirwan é um homem enorme, de voz calma e que segundo ele mesmo vivia “o sonho neozelandês” até entrar em depressão. Nos vídeos de 30 segundos, ele relata seu sofrimento, mas foca o depoimento na felicidade que sentiu ao sair da crise depressiva, na importância em buscar ajuda, em não ter vergonha de admitir que algo está errado, em reconhecer a doença. Esperança é a mensagem que ele busca passar. 

Assista aos vídeos, vale a pena: John Kirwan 1; John Kirwan 2.

A iniciativa do ministério da saúde neozelandês, que prova a importância de se tratar do tema publicamente, custou U$4.6 milhões. A campanha inclui também um site e um 0800 para informações e ajuda online.

Rui, obrigada pela informação.

***

Ainda no tema atenção primária, hoje começa o 27º Congresso Brasileiro de Psiquiatria. Durante o evento a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) lançará uma campanha de prevenção ao suicídio. Além das palestras, haverá distribuição de um manual para a população e para a imprensa com recomendações para divulgação de notícias sobre doenças mentais e psiquiatria. Volto a falar sobre isso mais adiante.

Transamerica Expo Center em São Paulo, SP

Avenida Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387
Santo Amaro – CEP 04757-020
Acesso pela Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros), 18.591 – Ponte Transamerica