OMS usa metáfora do cão negro em vídeo sobre depressão

OMS usa metáfora do cão negro em vídeo sobre depressão

Claudia Belfort

20 Janeiro 2014 | 18h59

 

Foto: http://www.doglivingmagazine.com/

Quem popularizou a expressão cão negro  como sinônimo depressão foi Winston Churchill ao descrever seu sofrimento com o transtorno. Mas o apelido de fato foi cunhado pelo escritor inglês Samuel Johnson ainda no século 18.

Com todo respeito a Churchill e Johnson, eu sempre achei injusta a denominação, que é mais comum em inglês mesmo,  e evito usá-la, adoro cães e para mim eles são sempre alegria. Mas nas últimas semanas um vídeo da Organização Mundial de Saúde, OMS, Eu tinha um cão negro, seu nome era depressão, que nem é tão novo, ganhou as redes sociais no Brasil ao tratar o tema de uma maneira delicada, às vezes poética e extremamente didática.


No vídeo um homem conta a história de sua relação com um cachorro negro e como ele vai minando suas energias, afetando seus relacionamentos sociais e todas as consequências do transtorno até chegar no tratamento da depressão, doença que atinge 4,1% da população brasileira, de acordo

Documento

– Pesquisa Nacional por Amostra de Domícilios 2008 (os mais recentes número oficiais)

Assista em inglês no canal da OMS:

ou legendada por um tradutor independente

 

As informações divulgadas neste blog não substituem aconselhamento profissional. Antes de tomar qualquer decisão, procure um médico.