1. Usuário
Assine o Estadão
assine

A Copa de Copa!

Tutty Vasques

05 julho 2014 | 06:03

reproduçãoMeia palavra basta: para muitos dos gringos que nos visitam, Copa é Copacabana para os íntimos. Tem argentino que chegou ao Rio há três semanas com ingresso para a estreia de sua seleção no Maracanã e, desde então, vive a Copa de Copa.

Viu praticamente debaixo da janela da Maitê Proença as atuações de Messi, Di Maria & Cia em Belo Horizonte, Porto Alegre e São Paulo. Sem sair da vista da atriz, seu coração estará hoje em Brasília batendo forte contra a Bélgica no Mané Garrincha.

“Que Copa é essa?” – perguntam-se uns aos outros, em diversos idiomas, os estrangeiros que se esbarram dia e noite na Av. Atlântica? É a Copacabana!

A Copa que não para nem tem data para acabar é uma festa à parte! Por isso, toda vez que você se deparar com um gringo no noticiário esportivo rasgando elogios à Copa – “espetacular, sensacional, frenética, delícia, delícia, assim você me mata” –, desconfie. Ele pode não estar se referindo ao Mundial propriamente dito!