1. Usuário
Assine o Estadão
assine


As informações e opiniões expressas neste blog são de responsabilidade única do autor.

O Lamborghini do Seu Jorge

Tutty Vasques

06 setembro 2011 | 02:22

reproduçãoEm São Paulo, ela é provavelmente só mais um carrão entre tantos na vizinhança do Morumbi, mas, nesses fins de semana que tem passado no Rio, o Lamborghini Gallardo marfim do Seu Jorge vira uma espécie de ponto turístico na cidade. Leva sobre o Pão de Açúcar e o Cristo Redentor a vantagem de ser automóvel, ou seja, circula do Leme ao Pontal para se deixar fotografar no celular da cariocada – ô, raça! -, que não está acostumada a ver essas coisas na rua.

Não é só o deslumbramento pelo carango de R$ 1 milhão que atrai a curiosidade de quem passa a caminho do mar. Logo alguém de bermuda e chinelo avisa que aquela não é um Lamborghini qualquer: “É o Lamborghini do Seu Jorge, mermão!” Reação em coro: “Caraca!”

Aquele cara que nos anos 1990 morava nas ruas de Santa Teresa, revelado cantor no ‘Farofa Carioca’, já era um artista multimídia excêntrico de prestígio em Nova York e Paris quando se mudou para São Paulo, mas esta sua volta por cima ao balneário deixou seus antigos vizinhos bolados: nem o Eike Batista ostenta um carro daqueles no Rio, caramba!

Só se falava disso domingo na praia!

As informações e opiniões expressas neste blog são de responsabilidade única do autor.