Abaixo o deboche!

Tutty Vasques

08 Julho 2013 | 18h41

ilustração pojucanDilma Rousseff deve estar aliviada: a súbita perda de popularidade não é, enfim, marca pessoal inigualável, tampouco se restringe aos políticos em geral. A aprovação da opinião pública a Anderson Silva deve ter caído no último fim de semana mais que a da presidente em junho.

A atuação bizarra do lutador de UFC em Las Vegas deixa um legado importante para quem depende do julgamento popular, não importa se escolhido pelo voto ou por devoção esportiva: o público tolera tudo, menos o deboche!

Anderson Silva entrou naquele octógono tão “a serviço” quanto um parlamentar que pega avião da FAB para ir ao Maracanã ou a um casamento em Porto Seguro.

Deu ao adversário a mesma falta de importância que o governador Sérgio Cabral confere à notícia sobre o uso de helicópteros oficiais para o lazer de sua família.

Quem esperou até a madrugada para ver o ‘Spider’ lutar pelo Brasil foi dormir com a ideia de um novo cartaz de passeata na cabeça: ‘Anderson Silva não me representa mais!’