Feliz Natal!

Tutty Vasques

11 Outubro 2008 | 11h01

Imagine quatro dias sem pregão! E você lá – bermudão e jaquetinha primaveris -, deixando-se levar pelo efeito manada que todo feriadão desce para o litoral em busca de liquidez no mar. Agora me diz: custava o 12 de outubro cair numa terça-feira, minha Nossa Senhora de Aparecida?

Se feriado em fim de semana fosse pecado, o calendário 2008 iria para o inferno. O mês de novembro, então, é brincadeira: tem Dia dos Mortos num domingo e Proclamação da República, num sábado.

Desse jeito, a crise acaba chegando ao Brasil. A turma está cansada, nervosa e, cá pra nós, mal-acostumada com a fartura do ano passado, quando, nessa época, havia feriadão praticamente semana sim, semana não. Temos que admitir: é mesmo grave a crise!

A boa notícia é que faltam 75 dias para o feriadão de Natal, quando, enfim, teremos quatro dias sem pregão.

Texto publicado na edição deste sábado do caderno Metrópole, do ‘Estadão’