Fim do mundo é adiado de novo!

Tutty Vasques

30 Abril 2013 | 00h02

ilustração pojucanSemana que começa com o presidente dos EUA posando em fotomontagem oficial com a franjinha da primeira-dama passa a sensação de que o fim do mundo está por ora sob controle.

Obama não faria tal gracinha se corresse riscos de entrar para história universal como aquele gaiato de cabelo na testa que presidia a maior potência do planeta quando o mundo acabou.

Abril acaba hoje sem notícias sobre a guerra nuclear na península coreana ou o desastre da economia global no Chipre, ameaças que há um mês prenunciavam o fim dos tempos.

Com o rebaixamento do terror nos EUA ao status de notícia de pé de página, o Ocidente está momentaneamente distante de tragédias definitivas como as da Síria, do Iraque e do Afeganistão, lugares onde o fim do mundo não tira folga nunca.

Aqui no Brasil, até a “crise institucional” entrou em compasso de trégua, ou seja, se o Palácio do Planalto quiser fazer graça divulgando imagem da presidente Dilma com bigode do Lula, a hora é essa!