Inveja do Eike

Tutty Vasques

03 Março 2011 | 07h15

zbClaro que foi brincadeira! Quando comemorou o aniversário do Rio em seu Twitter dizendo “amo esta cidade e vou continuar investindo nela para matar paulista de inveja”, Eike Batista não estava falando sério – como, aliás, fez questão de esclarecer a seguir na rede social. Até porque inveja do Eike não é, como se sabe, privilégio de uma região do Brasil. Com o tanto de bilhões de dólares que ele tem, francamente, é muito difícil para qualquer brasileiro bem sucedido se aceitar sem nenhum. Nem meio!

Os ricos carecas, em especial, têm um motivo extra para invejá-lo, além do oitavo lugar no ranking de endinheirados da revista ‘Forbes’ e do passado com Luma de Oliveira: aquele tufo de cabelo que brotou ano passado na fronte do Eike não é pra qualquer um. Seu topete jorrou pela testa feito petróleo, gás e minério de ferro nos negócios do bilionário.

Tem ainda quem o inveje pelas suas lanchas off shore, sua proximidade com o poder, seus encontros com Madonna, seus restaurantes sofisticados… Mas, se você tem mais de 1,80m, taí uma coisa que não há salto carrapeta que pague. O Eike também te inveja!