Linha de tiro

Tutty Vasques

23 Abril 2013 | 11h10

reproduçãoDepois da imprensa e do Judiciário, a indústria de panelas entrou na mira de Cristina Kirchner na Argentina.

A presidente está convencida de que há interesses comerciais por trás da série de panelaços contra seu governo.

Pelos cálculos da Casa Rosada, a cada manifestação em praça pública, cerca de 10 mil desses utensílios de cozinha são inteiramente destruídos!