Na boa!

Tutty Vasques

24 Março 2011 | 11h23

Tudo bem, o torcedor brasileiro perdoa o Raí por ter participado daquela pelada sem-vergonha na Chechênia, mas pra que instituição social o ex-jogador vai doar os R$ 500 mil que teria faturado por lá?

Não vale a Fundação Gol de Letra!

Se dividir o cachê com o Sócrates já está bacana!