Não caiu a ficha

Tutty Vasques

24 Outubro 2010 | 00h02

Depois do cineasta José Padilha, diretor de Tropa de Elite2, o arquiteto Oscar Niemeyer pode retirar seu nome de manifesto pró-Dilma Rousseff.

Espera só ele descobrir que esteve esta semana num ato de apoio de artistas e intelectuais à candidata.

Tiraram-no de casa naquela noite dizendo que iam todos à posse do imortal Geraldo de Holanda Cavalcanti na Academia Brasileira de Letras.

Depois de uma certa idade, toda festa parece igual!