O adiamento de outubro

Tutty Vasques

01 Outubro 2008 | 06h23

Pelo jeitão do discurso do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, setembro não tem data para acabar.

Melhor não relaxar!