O feitiço da Dilma!

O feitiço da Dilma!

Tutty Vasques

03 Dezembro 2014 | 00h02

Branca de neve beijoA escolha da nova equipe econômica do governo deu um nó tático nos críticos do Palácio do Planalto: não sei se a ideia era essa, mas a decisão de colocar na mira da oposição economistas que ela admira criou um constrangimento horroroso para quem está com o dedo no gatilho. Acusar incoerência no errado por eventual opção certa, francamente, é como reagir aos momentos de lucidez do bêbado ou se decepcionar com o golaço do pereba.

 

A metáfora do futebol cai feito folha seca na situação criada pela escalação de Joaquim Levy e Nelson Barbosa titulares da Fazenda e do Planejamento, respectivamente: como desmerecer o adversário pela contratação da dupla de área dos sonhos do seu time?

 

Mas há quem prefira fazer analogia do episódio com certo conto de fadas: como a bruxa da Branca de Neve, a presidente Dilma estaria oferecendo a maçã aos tucanos para adormecê-los. Zé Serra já avisou: se precisar beijar o Aécio na boca no fim da história, tá fora da brincadeira!