O mundo cão de Pimpoo

Tutty Vasques

17 Março 2011 | 06h22

afasfTem menor de rua em Porto Alegre morrendo de inveja de Pimpoo, o cachorrinho extraviado há duas semanas no aeroporto Salgado Filho após check-in em vôo da Gol para Vitória. A comoção com o drama da busca pelo desaparecido correu o País pelas redes sociais numa corrente de solidariedade impressionante. Pimpoo virou notícia nacional! Se o Brasil tivesse a mesma preocupação com as crianças perdidas…

“Isso é que é vida!” – não se fala de outra coisa entre os malabaristas de sinal de trânsito. Pimpoo estava indo passar férias em Guarapari, no litoral do Espírito Santo. O carinho que desfrutava em casa pode ser avaliado pelo diálogo de sua dona com um cão da mesma mistura de raças (pinscher e poodle) encontrado na segunda-feira na vizinhança do aeroporto de Porto Alegre: “Vem com a mamãe, vem!”

Como ele não foi, o País vive a expectativa pelo resultado do exame de DNA que indicará se o animal capturado tem a mesma paternidade do verdadeiro Pimpoo. Que sirva de alerta à garotada jogada na rua: não basta descolorir os pelos e abanar o rabinho para tomar o lugar do desaparecido.

PS: O verdadeiro Pimpoo foi reencontrado após o fechamento desta edição (texto publicado no caderno Metrópole do ‘Estadão’).