Quem tem medo de dona Lu?

Tutty Vasques

30 Agosto 2008 | 11h00

Bogagem do Gilberto Kassab tentar improvisar a irmã na posição que Lu Alckmin atua na candidatura tucana. Se primeira-dama decidisse eleição, Marta Suplicy não teria a menor chance. Dona Sylvia também não pode ser desculpa para não votar no Maluf.

Uma coisa é certa: candidata a primeira-dama não tira nem transfere votos para o cônjuje. Ou Ciro Gomes não teria perdido eleição para o Lula muito antes de Patrícia Pillar virar vilã do horário nobre.

Se dona Lu fosse candidata a prefeita, seu marido também não ajudaria – nem teria como atrapalhar – sua campanha, mas, aí sim, faria sentido a preocupação de Gilberto Kassab com a coisa mais fofa da propaganda eleitoral na TV em São Paulo.

Coronelzinho de saia
Comentário de um sujeitinho ordinário sobre a declaração de Marta Suplicy avisando que não é mulher de apanhar quieta: “São as melhores!” Ô, raça!

Este texto foi publicado originalmente no caderno Metrópole da edição deste sábado do ‘Estadão’