Retrospectiva do fim do mundo!

Tutty Vasques

21 Dezembro 2012 | 02h30

ilustração pojucanDeve ter havido algum mal-entendido na interpretação do tal ‘calendário maia’! Pra gente aqui no Brasil, pelo menos, o fim do mundo apenas começa oficialmente às 9h11 desta sexta-feira, dia 21, quando o Sol atinge o solstício no hemisfério sul.

Vem chegando o verão e, junto com ele, a loucura do último fim de semana nos shoppings antes do Natal, o caos aéreo, acidentes nas estradas, temporais, apagões, os efeitos devastadores da gula, foguetório, ressacas e, depois da ‘dezembrite’, o aumento da gasolina, o Big Brother Brasil, o carnaval de rua…

O fim do mundo pode até ser especificamente hoje para José Dirceu se o ministro Joaquim Barbosa cismar a qualquer momento de manda-lo pra cadeia, mas a verdade é que, para a maioria dos mortais, o fim do mundo começa todo dia – estão aí as retrospectivas que não me deixam mentir.

Tragédias, dramas, catástrofes naturais, crimes bárbaros, trapaças, gente que vai fazer falta, micos monumentais e o avanço científico no desenvolvimento de pelos na nuca de ratos carecas.

Todo ano é mais ou menos assim, o que difere 2012 dos outros é a boa notícia da frustração do fim do mundo maia. Vamos lá, sorria!