Tá na moda pedir desculpas

Tutty Vasques

08 Dezembro 2012 | 06h07

ilustração pojucanAproveitando-se de uma tendência que pode virar moda no verão, o lateral esquerdo Leo, do Santos, reconheceu sem demora a “piada infeliz” que fez com a torcida do Corinthians quando disse que “quem está acostumado com rodoviária não pode ir ao aeroporto”.

Depois que – não importa se de mentirinha – o humorista Rafinha Bastos pediu desculpas ao Luciano Huck, francamente, vai pegar super bem se o Lula e o Luís Fabiano fizerem o mesmo com a dona Marisa e a torcida do São Paulo, respectivamente?

Se pedir perdão virar traço de comportamento do brasileiro neste finalzinho de ano, não custará nada a Jorge Paulo Lemann passar um fio no Natal pro Eike Batista para explicar que não teve a intenção de ofendê-lo ao tomar seu posto de homem mais rico do Brasil.

Quem sabe, no embalo, o próprio Alex Atala não vem a público dizer “aí, gente, foi mal”, que seja, sobre seu desempenho no sorteio das chaves da Copa das Confederações!

Enfim, não será surpresa para esta coluna se, lá pelas tantas do réveillon, Eduardo Suplicy passar um e-mail pedindo desculpas a Bob Dylan. Por tudo!

No mais, desculpa aí qualquer coisa, pessoal!