Tête-à-tête

Tutty Vasques

19 Julho 2013 | 19h03

Depois de acusar grupos internacionais de estimular o vandalismo em protestos no Rio, Sérgio Cabral talvez precise dar um pulo em Paris para negociar diretamente com os responsáveis pela baderna no Leblon.