Transparência pouca é bobagem

Transparência pouca é bobagem

Tutty Vasques

04 Dezembro 2014 | 00h03

Tutty.blog.corruptoCorre em Brasília o boato de que o governo usou dinheiro da Petrobrás para subornar gente na Transparência Internacional. Exageros à parte – não se pode mesmo levar a sério tudo que dizem no Congresso –, soa quase tão estranho quanto o negócio da refinaria de Pasadena essa notícia de que, em 2014, o Brasil melhorou três posições no ranking da corrupção mundial medida pela respeitada organização não governamental sediada em Berlim.

 

Claro que deve ter uma explicação qualquer – provavelmente algum delay na percepção da roubalheira do outro lado do oceano –, mas o momento do noticiário nacional não poderia ser mais impróprio para alguém lá de fora anunciar que a corrupção recuou justo neste ano de desconstrução do esquema Petrobrás. Ainda que subir do 72º para o 69º lugar entre os países mais honestos não queira dizer nada, podiam ao menos esperar pelo relaxamento das prisões preventivas dos empreiteiros para divulgar tal índice, né não?