1. Usuário
Assine o Estadão
assine


As informações e opiniões expressas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Vai Brasil!

Tutty Vasques

07 junho 2014 | 06:20

reproduçãoChegou a hora do tal jeitinho brasileiro mostrar seu valor! Nunca antes na história deste país o mito da criatividade nativa de última hora – misto de improviso, feeling e cara de pau – teve tão perto da consagração ou do desmascaramento. A Copa no Brasil tem tudo para dar errado, mas já pensou se, de repente, a bagunça funciona!

A esta altura do campeonato, convenhamos, não vem mais ao caso questionar a ética do recurso: só o jeitinho brasileiro nos salva do mais profundo aborrecimento com tudo isso que está por acontecer. Dane-se o caráter duvidoso do “homem cordial” e sua informalidade compulsiva. Desenrola essa parada aí, mano! Faz esse trem andar, sô! Pô, cara! Oxente!

A partir de quinta-feira, durante todo o mês de Copa, as chances de bom funcionamento da vida nos quatro cantos do País vai depender muito dessa mística de que o Brasil é assim mesmo, na hora dá tudo certo. O jeitinho do Neymar bater na bola também pode colaborar com um inesperado final feliz.

As informações e opiniões expressas neste blog são de responsabilidade única do autor.