1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Quem Faz

LUIZ ALEXANDRE SOUZA VENTURA é jornalista e enfrenta desde os 12 a Síndrome de Charcot-Marie-Tooth. Começou a carreira em 1996 no jornal A Tribuna (Santos/SP). Foi editor do estadão.com.br, trabalhou para as rádios Globo e CBN, Editora Abril e jornal Diário do Comércio, além de diversas agências de comunicação corporativa. É formado em jornalismo pela Universidade Santa Cecília (Santos/SP) e pós-graduado em Tecnologias da Informação pelas Faculdades Associadas de São Paulo (FASP)
terça-feira 16/12/14 13:18

“É preciso pagar para ter atletas de alto nível”

Fernando Guimarães, técnico da Seleção Brasileira Masculina de Vôlei Sentado. Foto: Fernando Borges

Curta Facebook.com/VencerLimites Siga @LexVentura Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência [caption id="attachment_3645" align="aligncenter" width="550"]Fernando Guimarães, técnico da Seleção Brasileira Masculina de Vôlei Sentado. Foto: Fernando Borges Fernando Guimarães, técnico da Seleção Brasileira Masculina de Vôlei Sentado. Foto: Fernando Borges[/caption] Vencer Limites - Qual a sua avaliação sobre a situação atual do esporte para pessoas com deficiência no Brasil? Fernando Guimarães - O Brasil não está bem preparado ...

Ler post
segunda-feira 15/12/14 12:05

“É mentira. Vou processar a Caixa”

Leonardo David teve a perna direita amputada em 2009. Foto: Arquivo Pessoal

Curta Facebook.com/VencerLimites Siga @LexVentura Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência [caption id="attachment_3636" align="aligncenter" width="550"]Leonardo David teve a perna direita amputada em 2009. Foto: Arquivo Pessoal Leonardo David teve a perna direita amputada em 2009. Foto: Arquivo Pessoal[/caption] Atualizado às 18h40 - O operador Leonardo David, de 28 anos, pretende processar a Caixa Econômica Federal, após ter sido impedido de entrar, na semana passada, em uma agência no ...

Ler post
quinta-feira 11/12/14 17:02

“Me senti criminalizado por usar muletas”

Agência da Caixa Econômica Federal em Pilares, no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/Google Maps

Curta Facebook.com/VencerLimites Siga @LexVentura Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência [caption id="attachment_3625" align="aligncenter" width="550"]Agência da Caixa Econômica Federal que fica no bairro de Pilares, no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/Google Maps Agência da Caixa Econômica Federal que fica no bairro de Pilares, no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução/Google Maps[/caption] Atualizado às 19h05 - Leonardo David mora no Rio de Janeiro. Com a perna direita amputada, usa muletas ...

Ler post
segunda-feira 08/12/14 11:01

Onda da Paz

"Essa energia vai dominar o planeta", diz a professora Angelina de Jesus Silva. Foto: blog Vencer Limites - 07/12/2014

Curta Facebook.com/VencerLimites
Siga @LexVentura
Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com
O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência

Movimento Onda da Paz reuniu centenas de pessoas nas praias de Santos/SP. Foto: blog Vencer Limites - 07/12/2014

Movimento Onda da Paz reuniu centenas de pessoas nas praias de Santos/SP. Foto: blog Vencer Limites – 07/12/2014

Centenas de mãos unidas, sob o sol do meio-dia, formaram uma corrente em nome da paz, neste domingo, nas praias de Santos, litoral sul de São Paulo. Organizado pelo movimento Onda da Paz, o evento teve como meta principal a reflexão. “É necessário acreditar na paz, acreditar no seu semelhante”, diz Augusto Leitão, coordenador da ação. “O bem ainda impera sobre a violência, mas é fundamental que as pessoas transportem esse sentimento de paz para a vida diária, no trânsito, na família, com mais paciência, união e tolerância. O ser humano precisa de amor”, diz.

"É necessário acreditar na paz, acreditar no seu semelhante", diz Augusto Leitão, coordenador do Onda da Paz. Foto: blog Vencer Limites - 07/12/2014

“É necessário acreditar na paz, acreditar no seu semelhante”, diz Augusto Leitão, coordenador do Onda da Paz. Foto: blog Vencer Limites – 07/12/2014

Em 2013, a primeira edição do Onda da Paz reuniu sete mil pessoas, em uma corrente ininterrupta, que percorreu quase oito quilômetros, entre o Emissário Submarino, próximo à divisa com São Vicente, e o Aquário Municipal, na Ponta da Praia. Neste ano, o número de participantes foi menor, mas Augusto Leitão explica que o propósito não é bater recordes. “Queremos plantar uma semente, que pode se tornar uma árvore. Não importa se a corrente tem 30 ou três mil pessoas. O que vale é o sentimento”.

E foi este sentimento que motivou o funcionário público Abílio Ferreira, de 59 anos, a rumar para a Praia do Gonzaga com a esposa, a cunhada e uma sobrinha. “Eu sou da paz”, diz, sorrindo. “Será muito melhor se todos nós pensarmos na paz”, afirma. Antes de tudo começar, a família se abraçava para registrar a experiência em muitas ‘selfies’ com vários ângulos.

"Será muito melhor se todos nós pensarmos na paz", afirma o funcionário público Abílio Ferreira. Foto: blog Vencer Limites - 07/12/2014

“Será muito melhor se todos nós pensarmos na paz”, afirma o funcionário público Abílio Ferreira. Foto: blog Vencer Limites – 07/12/2014

Para a professora Angelina de Jesus Silva, de 62 anos, movimentos pela paz sempre são válidos. E uma feliz coincidência a levou à praia para caminhar vestindo uma camisa branca. “Não sabia do evento, mas decidi entrar na corrente. Essa energia vai dominar o planeta”, afirma.

"Essa energia vai dominar o planeta", diz a professora Angelina de Jesus Silva. Foto: blog Vencer Limites - 07/12/2014

“Essa energia vai dominar o planeta”, diz a professora Angelina de Jesus Silva. Foto: blog Vencer Limites – 07/12/2014

Mestre - Augusto Leitão é mestre em tai chi chuan e ministra aulas em Santos há 28 anos. A cidade mantém oficinas gratuitas em diversos pontos. Para participar, basta comparecer. Horários e locais são informados na página www.santos.sp.gov.br.

Ler post
terça-feira 02/12/14 18:21

GOL e Infraero obrigam mulher a se arrastar por escada para entrar em avião

Katya Hemelrijk da Silva tem osteogenese imperfeita, chamada de síndrome do ossos de cristal. Foto: Reprodução

Curta Facebook.com/VencerLimites Siga @LexVentura Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência [caption id="attachment_3611" align="aligncenter" width="550"]Katya Hemelrijk da Silva tem osteogenese imperfeita, chamada de síndrome do ossos de cristal. Foto: Reprodução Katya Hemelrijk da Silva tem osteogenese imperfeita, chamada de síndrome dos ossos de cristal. Foto: Reprodução[/caption] São, no mínimo, ridículas as explicações da GOL e da Infraero sobre a situação constrangedora a qual Katya Hemelrijk da Silva, ...

Ler post
quarta-feira 26/11/14 11:45

Violência contra pessoas com deficiência

Imagem: Divulgação

Curta Facebook.com/VencerLimites Siga @LexVentura Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência [caption id="attachment_3608" align="aligncenter" width="549"]Foto: Reprodução Foto: Reprodução[/caption] A deficiência está entre os fatores que podem aumentar a exposição de uma pessoa a atos de violência, segundo a Organização Mundial de Saúde, ao lado da faixa etária, gênero e situação socioeconômica. No Estado de São Paulo, entre 2011 e 2014, o Disque Direitos Humanos (100) ...

Ler post
segunda-feira 24/11/14 11:23

Livro ‘Ir e Vir’ ganha edições em áudio e braille

Imagem: Reprodução

Curta Facebook.com/VencerLimites Siga @LexVentura Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência ‘Ir e Vir – Acessibilidade: Compromisso de Cada Um’, escrito pelo engenheiro Jary de Carvalho e Castro, reúne depoimentos de profissionais diretamente ligados ao universo das pessoas com deficiência. O livro ganhou edições em áudio e braille, produzidas pelo Instituto Sul-mato-grossense para Cegos Florivaldo Vargas (Ismac). A primeira edição foi lançada em agosto de 2013. São relatos de dentistas, médicos, ...

Ler post
quarta-feira 19/11/14 14:33

Mostra de Acessibilidade do Cine Ceará

Adrine (Simone Spoladore) tem Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC). Foto: Divulgação

Curta Facebook.com/VencerLimites Siga @LexVentura Mande mensagem para blogvencerlimites@gmail.com O que você precisa saber sobre pessoas com deficiência [caption id="attachment_3583" align="aligncenter" width="550"]Adrine (Simone Spoladore) tem Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC). Foto: Divulgação Adrine (Simone Spoladore) tem Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC). Foto: Divulgação[/caption] "Adrine é neta de armênios. Edivaldo é filho de pernambucanos. Ela tem Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC) e aspira à imobilidade. Ele tem ausências que o paralisam completamente. Adrine é casada com Adilson, um homem embrutecido, que não suporta ...

Ler post