Conhecer a ‘Cidade Maravilhosa’ com os olhos fechados

Conhecer a ‘Cidade Maravilhosa’ com os olhos fechados

Ação proposta por uma vereadora do Rio de Janeiro pretende demonstrar as experiências de pessoas com deficiência visual. Os participantes serão vendados e percorrerão um circuito com obstáculos comuns no dia a dia.

Luiz Alexandre Souza Ventura

11 Março 2017 | 12h10

Participantes serão vendados e percorrerão um circuito com obstáculos comuns no dia a dia no Rio de Janeiro. Imagem: Reprodução

Participantes serão vendados e percorrerão um circuito com obstáculos comuns no dia a dia no Rio de Janeiro. Imagem: Reprodução

‘Sentido a Cidade’ é o nome da ação promovida nesta semana no Rio de Janeiro para discutir a democratização dos espaços, fomentar questionamentos da população e fortalecer a ideia de que a acessibilidade deve existir para todos.

A proposta da vereadora Luciana Novaes (PT) pretende aproximar pessoas sem deficiência da rotina de quem tem deficiência visual. Os participantes serão vendados e percorrerão um circuito com obstáculos comuns no dia a dia.

Serão dois dias. Nesta segunda-feira, 13, o ponto de encontro é Praça Saens Pena, na Tijuca, com saída prevista para 11h30. Na quarta-feira, 15, a ação começa na Praça Cardeal Arco Verde, em Copacabana, também a partir de 11h30.

Luciana Novaes tem 33 anos e está em seu primeiro mandado como vereadora. Ela ficou tetraplégica em 2003, aos 19 anos, após ser atingida na coluna por uma bala perdida quando estava no pátio da faculdade Universidade Estácio de Sá, no Rio Comprido, na zona norte da cidade. Na ocasião, policiais trocavam tiros com traficantes do Morro do Turano. Leia mais aqui.

Acompanhe o blog Vencer Limites nas redes sociais

Mais conteúdo sobre:

Deficiência VisualRio de Janeiro