200 mil pés de maconha são destruídos no interior da Bahia

Plantação foi localizada em Jussara, no interior do Estado; responsáveis conseguiram fugir

Marcela Gonsalves, estadão.com.br

20 Julho 2011 | 17h59

SÃO PAULO - Uma plantação com mais de 200 mil pés de maconha foi localizada na manhã desta terça-feira, 19, na zona rural do município de Jussara, no interior da Bahia. Segundo a Polícia Civil, a droga estava prestes a ser colhida e seria transportada para a capital baiana, onde seria comercializada. Toda a produção seria incinerada nesta quarta-feira, 20.

 

A plantação estava em um terreno com aproximadamente 52 mil metros quadrados. O dono da roça não foi encontrado, mas já foi identificado. Na propriedade havia seis alojamentos feitos de lona plástica, poços artesianos, bombas para irrigação, grande quantidade de alimentos, um criatório de galinhas e ferramentas agrícolas.

 

Os responsáveis pela plantação conseguiram fugir por um matagal, abandonando toda a estrutura montada para o plantio da erva. A polícia calcula que entre 15 e 20 pessoas trabalhavam na propriedade.

 

O crime acarreta em grande impacto ambiental, uma vez que a maconha estava plantada em meio à vegetação de Caatinga. O volume estimado do produto encontrado foi estimado em três toneladas.

Mais conteúdo sobre:
Bahia maconha tráfico Jussara

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.