Ação recolhe 24 pessoas em situação de rua na Cidade do Samba, no Rio

Vinte adultos e quatro menores foram acolhidos e encaminhados para abrigos do município

estadão.com.br,

23 Janeiro 2012 | 14h16

SÃO PAULO - A Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) acolheu 24 pessoas em situação de rua, na manhã desta segunda-feira, 23, no entorno da Cidade do Samba, na Zona Portuária do Rio.

Entre os acolhidos estão 20 adultos e quatro crianças e adolescentes. Com os acolhidos, as equipes encontraram cachimbos e outros objetos para o consumo do crack. Todos os acolhidos foram encaminhados para os abrigos do município.

A ação teve início na Rodoviária Novo Rio e seguiu pela Avenida Rodrigues Alves, até a área onde se concentram os barracões das principais escolas de samba do Rio. O trabalho contou com o apoio do 5º Batalhão da Polícia Militar e da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

Nos últimos 10 meses, a SMAS realizou 3.386 acolhimentos de adultos, crianças e adolescentes, durante as operações de combate ao crack em diferentes regiões da cidade.

Mais conteúdo sobre:
moradores de rua crack Cidade do Samba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.