Douglas Magno/O Tempo
Douglas Magno/O Tempo

Acidente de ônibus deixa cinco mortos e 16 feridos em BH

A Prefeitura da capital mineira informou que o veículo passou por uma vistoria no dia 27 de outubro do ano passado

Florence Couto, especial para o Estado

13 Fevereiro 2018 | 23h20
Atualizado 14 Fevereiro 2018 | 15h15

BELO HORIZONTE - Cinco pessoas morreram em um acidente de ônibus na noite dessa terça-feira, 13, no bairro Mangueiras, em Belo Horizonte. Por volta das 19h30, o motorista do ônibus da linha 305 (Estação Diamante / Mangueiras) perdeu o controle do veículo. O ônibus capotou e caiu em um córrego.

Segundo a Polícia, o motorista do coletivo e mais quatro mulheres morreram no acidente. Inicialmente, o Corpo de Bombeiros e o Samu informaram que havia 23 pessoas dentro do ônibus, sendo que 18 estavam feridas e cinco mortas. Na manhã desta quarta-feira, 14, a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte informou que 21 pessoas estavam no ônibus, das quais 16 ficaram feridas e cinco morreram.

Quinze viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar foram ao local para resgatar as vítimas e iniciar a investigação. Alguns passageiros ficaram presos às ferragens. 

+++ Acidente com ônibus deixa 7 mortos em estrada do Tocantins

Uma adolescente de 15 anos foi resgatada pelo Samu e encaminhada em estado grave para o Hospital de Pronto Socorro João 23. Ela teve traumatismo craniano. Além dela, foram socorridas uma menina de 12 anos com traumatismo craniano e fratura na perna; duas mulheres, de 35 e 23 anos, e dois homens, sendo um com traumatismo craniano e outro com uma fratura na perna. Todas as vítimas foram levadas para os hospitais de Pronto Socorro João 23, Odilon Behrens e Risoleta Neves. 

Em nota, a Prefeitura de Belo Horizonte informou que o veículo passou por uma vistoria no dia 27 de outubro do ano passado. A administração municipal disse ainda que está prestando toda assistência possível às vítimas e que vai investigar as causas do acidente. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.