1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Acidente de ônibus no Ceará tem 18 mortes confirmadas

Carmen Pompeu - Especial para o Estado

18 Maio 2014 | 16h 51

Ônibus tombou perto de Canindé, a 120 quilômetros de Fortaleza no interior do Estado

Atualizada às 21h17

FORTALEZA - Um ônibus da empresa Princesa dos Inhamuns tombou na manhã deste domingo em Canindé, no sertão central do Ceará, a 120 quilômetros de Fortaleza. De acordo com a secretária de Saúde de Canindé, Aline Macedo, pelo menos 18 pessoas morreram e várias ficaram feridas.

O número exato de vítimas só será conhecido após a conclusão da perícia, pois muitos corpos ficaram mutilados por causa do impacto do acidente.

O motorista, que usava cinto de segurança, sofreu apenas lesões leves. Ele fez o teste do bafômetro, que deu negativo.

De acordo com informações da delegada Giselle Martins, titular da Delegacia Regional de Canindé, o motorista disse, em depoimento, que um motoqueiro surgiu de repente na sua frente. Ao tentar desviar da motocicleta, ele freou bruscamente o ônibus, que acabou tombando fora da pista.

O acidente aconteceu às 8h40 de ontem, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), no quilômetro 303 da BR-020. O ônibus, que fazia a linha Boa Viagem-Fortaleza, havia saído de Boa Viagem às 7h com 41 pessoas - 39 passageiros, o motorista e um funcionário da empresa. A chegada a Fortaleza estava prevista para as 11h.

Dezesseis corpos foram levados para o Instituto Médico-Legal (IML) de Canindé e de Fortaleza. Duas pessoas morreram no Hospital São Francisco. De acordo com a PRF, a maioria dos mortos não usava cinto de segurança.

Os feridos com menos gravidade foram levados para o Hospital São Francisco e para a Unidade de Pronto-Atendimento de Canindé. Onze feridos com politraumatismo foram transferidos de helicóptero e ambulâncias para o Instituto Dr. José Frota (IJF), em Fortaleza.

A maioria dos passageiros era de Boa Viagem. Duas crianças que estavam no ônibus, entre elas um bebê de 8 meses, sobreviveram sem lesões.

O governador do Ceará, Cid Gomes (Pros), determinou que todos os legistas de plantão e voluntários da Perícia Forense do Estado (Pefoce) fossem para Canindé ajudar na identificação dos corpos.

Ação civil pública. O defensor público Régis Gonçalves Pinheiro, supervisor do Núcleo de Direitos Humanos e Ações Coletivas, disse que poderá realizar uma ação civil pública para garantir o direito reparatório das vítimas, como seguro e indenizações.

A viação Princesa dos Inhamuns divulgou uma nota informando que estava tomando todas as providências para o atendimento dos passageiros e de seus familiares. A empresa informou ainda que está apurando as causas do acidente.

Canindé é uma cidade cearense muito conhecida por suas romarias a São Francisco. O prefeito da cidade, Francisco Celso Crisóstomo Secundino (PT), também se manifestou por meio de nota. Ele afirmou que a prefeitura colocou à disposição todo o aparato necessário para atender às vítimas.

"Manifestamos ainda nosso pesar aos familiares que perderam seus entes queridos nessa tragédia. Que Deus e São Francisco tragam-lhes o conforto espiritual", escreveu o prefeito da cidade.

  • Tags: