1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Acordo com a Samarco será assinado nesta quarta-feira

- Atualizado: 01 Março 2016 | 20h 22

O governo espera conseguir que nos primeiros três anos sejam gastos cerca de R$ 4,4 bilhões nas ações compensatórias

O distrito de Bento Rodrigues, na cidade de Mariana, em Minas Gerais, foi devastado pela lama

O distrito de Bento Rodrigues, na cidade de Mariana, em Minas Gerais, foi devastado pela lama

BRASÍLIA - A cerimônia de assinatura de acordo entre representantes do governo do Estado de Minas Gerais e Espírito Santo com a mineradora Samarco, para compensação pelos danos provocados pelo rompimento da barragem da empresa em Mariana (MG) em novembro passado, foi marcada para esta quarta-feira, 2, às 15 horas, no Palácio do Planalto. O governo espera conseguir que nos primeiros três anos sejam gastos cerca de R$ 4,4 bilhões nas ações compensatórias. 

O advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, que transmitirá o cargo na quinta-feira ao ainda ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, participará do evento ao lado da presidente Dilma Rousseff.

O acordo visa a garantir o pagamento de indenizações e compensações às vítimas atingidas pelo rompimento da barragem, além de garantir a reconstrução das cidades atingidas. O acordo será fechado dentro de ação civil movida pela União e os governos de Minas e Espírito Santo, a qual prevê pagamento de R$ 20 bilhões como compensação dos danos provocados pela empresa.

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em BrasilX