Acusada de desvio de R$ 1 bi não será extraditada

O Supremo Tribunal Federal negou o pedido de extradição da libanesa Rana Koleilat, acusada de desviar US$ 1 bilhão do banco Al Madina. Ela também é suspeita de participação no assassinato do então primeiro-ministro libanês Rafik Hariri. A decisão do STF, que foi unânime, tomou por base o fato de o Brasil não ter tratado de extradição com o Líbano.

O Estadao de S.Paulo

13 Outubro 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.