Adolescente morre em Campinas após mexer em arma da mãe

Garoto de 16 anos estava com irmão e pelo menos um amigo durante incidente; pais são policiais militares

Tatiana Fávaro, de O Estado de S. Paulo,

24 Novembro 2009 | 17h27

Um garoto de 16 anos morreu na madrugada desta terça-feira, 24, atingido por um tiro acidental na cabeça, quando mexia em um revólver em sua casa, no Jardim San Diego, em Campinas. A arma pertencia à mãe do estudante. Os pais do menino são policiais militares.

 

De acordo com a Polícia Civil, o adolescente estava com o irmão e ao menos um amigo. A vítima foi levada para o Hospital Municipal Dr. Mario Gatti, mas não resistiu e chegou sem vida ao local.

Mais conteúdo sobre:
Campinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.